• Felipe Neto recebe intimação por crime contra segurança nacional: “Eles querem que eu tenha medo”

    Felipe Neto recebe intimação por crime contra segurança nacional: "Eles querem que eu tenha medo"
    Felipe Neto recebe intimação por crime contra segurança nacional: “Eles querem que eu tenha medo” (Foto: Reprodução/Instagram)

    O youtuber Felipe Neto compartilhou em suas redes sociais que recebeu uma intimação da Polícia Civil do Rio de Janeiro por “crime contra segurança nacional”.

    + Felipe Neto faz doação para músico com dificuldades financeiras
    + Após polêmicas, Sarah do BBB 21 perde 1 milhão de seguidores
    + Marcelo Adnet diverte a web com imitações de Moro, Lula e Bolsonaro



    De acordo com o youtuber, ele terá que responder pelo crime por ter chamado o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de genocida. Em uma nota, a Polícia Civil afirma que o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos – RJ) protocolou a petição comunicando o crime contra segurança nacional.

    Em um desabafo, Felipe comentou: “A clara tentativa de silenciamento se dá pela intimidação. Eles querem que eu tenha medo, que eu tema o poder dos governantes. Já disse e repito: um governo deve temer seu povo, NUNCA o contrário. Carlos Bolsonaro, você não me assusta com seu autoritarismo. Não vai me calar”.

    “Minha atribuição do termo ‘genocida’ ao Presidente se dá pela sua nítida ausência de política de saúde pública no meio da pandemia, o que contribuiu diretamente para milhares de mortes de brasileiros. Uma crítica política não pode ser silenciada jamais!”, afirmou o youtuber.

    “STJ já arquivou processo de crime contra a segurança nacional por críticas ao Presidente, quando tentaram silenciar à força Marcelo Feller, justamente por chamar Bolsonaro de genocida. Ninguém será silenciado à força nesse país por criticar seu pai, Carluxo”, disse ele.

    arrow