Juliana Paes é acusada de ser “bolsominion” e rebate: “Parem de encher o meu saco” (Foto: Reprodução/Instagram)

Juliana Paes se revoltou na web após ser acusada de ser “bolsominion”, termo usado para os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

+ Juliana Paes encanta os seguidores com seus cachos: “Simplesmente maravilhosa”
+ Juliana Paes se despede das Maldivas e boa forma chama a atenção
+ Geisy Arruda usa stories para detonar Bolsonaro

O nome de Juliana Paes chegou aos assuntos mais comentados do Twitter após ser apontada como “bolsominion”. A atriz se irritou com os comentários e rebateu:

Relacionados

A polêmica surgiu após internautas acharem declarações dadas por ela em 2019, quando disse ao jornal O Globo que torcia para que o país desse certo, independente de quem fosse o presidente. “Não bato palma para tudo que o presidente Jair Bolsonaro diz, mas vamos apoiar já que ele está lá. Não vou boicotar. Essa polarização é boba”, afirmou ela, na ocasião.

Na época, essa entrevista já havia repercutido e ela negou pelas redes sociais que era apoiadora do atual presidente, dizendo que sua posição política era “bem particular”.

“Não sou [bolsonarista], não. Minha posição política é bem particular e vivem querendo me rotular, me colocar de um lado ou outro. Já me acostumei a inventarem coisas sobre mim”, disse.