Após acusação de estupro, MC Maylon aguarda acareação com Anderson Leonardo, do Molejo (Foto: Reprodução/Instagram)

MC Maylon, que acusou Anderson Leonardo, vocalista do Molejo, de estupro, contou à Quem que está aguardando acareação e que deve ficar frente a frente com ele na 33ª Delegacia Policial, no Rio de Janeiro, nos próximos dias.

+ Anderson Leonardo do Molejo é acusado de estupro de um rapaz de 21 anos
+ Duda Reis fala sobre estupro de Nego do Borel: “Quando tive consciência, fiquei muito mal”
+ Anitta conta que foi vítima de estupro aos 14 anos

O cantor, de 21 anos, disse que está revoltado com o depoimento do vocalista e da irmã dele, Riane Oliveira, sobre o caso. “Eles editaram vídeos meus e disseram que eu estava dançando muito no dia 12 de dezembro, logo após o estupro. Mas eles foram muito sujos porque juntaram dois vídeos diferentes: um do dia 12 de dezembro e outro do dia 30 de janeiro, em que estou com a mesma roupa”, explicou.

O vídeo editado foi apresentado para a polícia por Anderson e a irmã como provas contra Maylon. “Falaram que eu estava sambando muito no Barra Music. Só que eu não estava sambando no Barra Music, era outro lugar. Aparece um muro de telha preta ao fundo, não era o Barra Music. No dia 12, estava com a irmã dele, que alugou um camarote e um dos caras furou. Mais uma vez, fui ajudar a família. Estava na festa do meu sobrinho em Jacarepaguá e ela me ligou e falou: ‘tem como vir? O cara furou comigo’. E fui para lá cheio de dor, fiquei sentado no camarote o tempo todo. Estávamos afastados e ela ficava para mim: ‘vamos fazer vídeo, você está tão diferente hoje’. Olhava para ela e só lembrava da cena do motel. Por eu ter ido com a mesma roupa no dia 12 de dezembro e no dia 30 de janeiro, eles juntaram os vídeos. Ela é irmã dele, é lógico que vai defender o estuprador”, justificou o artista.

Relacionados

Ele ainda afirmou que a irmã do vocalista teria dito à polícia que ele era apaixonado por ela e teria tentado beijá-la mais de uma vez. “Sou gay! Como é que vou gostar de mulher? Deus que me livre. Ela surtou! Nunca falei que eu amava o irmão dela nem que tínhamos um caso porque tinha o Anderson como um pai e padrinho. Isso tudo é mentira dela, ela está inventando. Nunca falei que era virgem para ela. Nunca falei sobre os meus relacionamentos também. Mas ela quer biscoito. É rainha de bateria de uma escola de samba que nem conheço e está querendo aparecer”, contou Maylon.

Por fim, ainda garantiu que não pretende ganhar fama ou dinheiro com o caso. “Estou falando de um estupro. O Anderson está tentando tirar o foco da besteira que fez. Achei absurdo – e a classe LGBTQIA+ também – quando ele falou que gostava de pessoas. Por que ele não assume que é bissexual? Ele se contradiz muito, o tempo inteiro. Ele tem que aprender a ser homem. É um velho de 48 anos, tem que honrar o cavaco que toca, a cueca que veste. Um cara velho, que já é avô, tem uma filha de nove meses. Ele tinha que rever tudo o que fez”, rebateu ele.

Maylon acrescento: “Só quero que ele vá para a cadeia. E quero mostrar meu caráter e minha dignidade. Ele não tem dinheiro, faz show em barzinho para ganhar 4 mil reais. Irei a dois proctologistas para ter dois laudos que comprovam que eu era virgem. A máscara dele vai cair. Nunca senti atração por ele”, disse, acrescentando que irá apagar a tatuagem que fez com o rosto de Anderson em seu antebraço. “Segunda que vem começo a remoção da tatuagem. Só quero tirar a cara desse estuprador do meu antebraço”.