Chandelly Braz desabafa sobre bullying com seu nome: “Eu ouvia muita coisa” (Foto: Reprodução/Instagram)

Em entrevista ao Kogut, Chandelly Braz revelou que sofria bullying por conta de seu nome. Namorando Humberto Carrão e no ar em “Haja Coração”, a atriz comentou sobre a fase.

+ Juju Salimeni relembra bullying na adolescência
+ ‘Fui um moleque, Fui um imbecil’ MC Gui quebra silêncio sobre episódio de bullying
+ Luciana Gimenez desabafa sobre autoestima: “Me acho feia”

A atriz comentou sobre a Carmela de “Haja Coração”, que está no ar em reprise. “Assistir à novela agora com ela pronta é mais gostoso. Não há aquela responsabilidade nem aquele olhar crítico de gravar e logo em seguida ver uma cena no ar e pensar se poderia ter feito melhor”, disse.

“Ao mesmo tempo, como o nosso olhar vai se transformando, é natural pensar que algumas coisas, como a maneira de receber o personagem, por exemplo, poderia ter sido diferente”, desabafou ela.

Relacionados

Apesar da relação conturbada que a personagem tem com a irmã na novela, Chandelly comenta sobre a relação com os irmãos na vida real.

“Eu tenho três irmãos: João, de 19 anos, e dois mais velhos: Naraiana e Rondinelli. A gente é bem próximo. Quando o caçula chegou, já tinha passado essa fase de nomes esquisitos (risos). Eu fui a que mais sofreu com a coisa das brincadeiras na escola, por mais diferentes que os nomes deles sejam”, explicou.

Segundo ela, as comparações eram as mais diversas. “No meu caso, tinha uma sobremesa com o meu nome. Então, no colégio eu ouvia muita coisa. No início da carreira artística, cheguei a tentar usar meu segundo nome, Paloma. Mas fui desmascarada (risos)”, contou. “Aí logo entendi que tinha que ser Chandelly mesmo. Ia ter que passar pelas piadas, por tudo. E aconteceu que, por conta de o teatro ser um lugar em que todo mundo aceita tudo e não se leva tão a sério, passei a não dar tanta importância a isso. “Tudo bem ser Chandelly”. Quando a gente vai ficando velho, coisas assim deixam de ser tão importantes”, concluiu.