“Quando fui agredida, não tinha campanha”, diz Luana Piovani (Foto: Reprodução/Instagram)

Luana Piovani comentou sobre a comoção sobre o caso de Pamella Holanda, ex-mulher de DJ Ivis, que foi agredida pelo artista.

+ Luana Piovani alfineta Pedro Scooby após conversa sobre os filhos: “Nossa novelinha”
+ Cleo se vacina contra a Covid-19 após se casar: “Vacina sim”
+ Bárbara Evans conta que engordou 13kg com tratamento de fertilização

Relacionados

A atriz relembrou o episódio em que foi agredida por Dado Dolabella, na época em que namoravam, em 2008. Na ocasião, ele deu um tapa no rosto de Luana e empurrou a camareira Ismê de Souza em uma boate no Rio de Janeiro. Ela chegou a processar o ator pela agressão, mas perdeu a causa.

“Fico feliz em ver as mulheres se unindo e denunciando, pois quando eu fui agredida não tinha campanha e nem Insta. O agressor, 6 meses depois, ganhou um reality e as mulheres diziam ‘vem bater em mim’. As mulheres já me envergonharam e pioraram a minha situação imensamente. Suspiro aliviada em ver que uma mudança está acontecendo”, escreveu ela.

(Foto: Reprodução/Instagram)