Conheça as coelhinhas da Playboy que disputam o prêmio do Miss Bumbum (Foto: Reprodução/Instagram)

Dentre as 27 participantes, a edição deste ano do Miss Bumbum contará com a participação de três coelhinhas da Playboy.

+ Andressa Urach revela que sonhava ser capa da Playboy: “Nunca me convidaram”
+ Ex-BBB Natália Casassola fala de hipotermia em ensaio nu para a Playboy: “Fui no meu limite”
+ Produtora da Playboy relembra ensaio com Mulher Melancia: “Entrou oito viaturas de polícia”

De acordo com apuração do site CENAPOP, Vanusa Freitas, Lunna Leblanc e Sâmella Vinter, que irão participar da edição deste ano do concurso, já posaram para as Playboys internacionais.

A primeira etapa do concurso irá eliminar 12 das 27 participantes. As outras 15 irão se classificar para uma votação popular que deverá começar no dia 10 de maio. Após isso, um desfile de gala com jurados irá decidir quem é a dona do bumbum mais bonito do Brasil. A vencedora ganhará R$ 50 mil.

Conheça as musas:

Relacionados
1. Vanusa Freitas

Vanusa, de 28 anos, posou para a Playboy Portugal na edição de agosto de 2020. A morena representa o estado de São Paulo no concurso e tem 108 cm de bumbum.

2. Lunna LeBlanc

A modelo Lunna LeBlanc também é destaque entre as participantes deste ano do concurso. Lunna fez um ensaio para a Playboy Dinamarca e se tornou alvo de polêmicas após pedir a benção do papa Francisco para fazer as fotos.

“Não é porque sou uma modelo que não tenho fé. Eu sigo o papa Francisco e me sinto em paz com as mensagens dele. Me disseram que meu pedido era inválido porque eu sou muito sensual para seguir algo do papa. Mas só Deus pode julgar”, declarou ela ao Daily Star.

3. Sâmella Vinter

A modelo trans disse ter gasto mais de R$ 100 mil na cirurgia de mudança de sexo, realizada na Tailândia. Sâmela também estampou a Playboy Portugal e já chegou a ser capa da revista Sexy.

“Eu nasci assim, uma mulher no corpo de um homem. Sempre quis falar da minha cirurgia, ao contrário de outras trans. Aquele era o país certo para eu fazer a cirurgia”, justificou ela.