• Após ser demitida, apresentadora da Globo denuncia que sofreu assédio na emissora

    Após ser demitida, apresentadora da Globo denúncia que sofreu assédio na emissora
    Após ser demitida, apresentadora da Globo denuncia que sofreu assédio na emissora. (Foto: Reprodução/Instagram)

    Carina Pereira foi apresentadora do “Globo Esporte Minas” entre os anos de 2017 e 2019. A jornalista foi demitida da emissora após sete anos veio a público para alegar alegar ter sido vítima de assédio moral por parte de seus superiores.

    +Cleo deixa os fãs babando ao exibir sua nova coleção de roupas íntimas
    +Astro de Hollywood, Bruce Willis é expulso de farmácia após se recusar a usar máscara
    +Rafaella Santos posta clique, fãs comparam e apontam excesso de edição nas fotos



    Enfrentei uma redação de esporte e não sabia que seria tão desafiador assim. Enfrentei muito preconceito por ser mulher e por não ser desse meio. No começo eram piadinhas dos colegas, algum tratamento diferenciado porque eu não era dali, mas depois foi o meu chefe. Ele dizia: ‘Ah, a Carina consegue essa exclusiva porque é mulher, tem o que você não tem, oferece o que você não oferece…’ Quando era colega, eu retrucava, mas quando era o chefe, não, porque era alguém que eu admirava. E as coisas foram piorando“, começou a contar a jornalista.

    Carina afirma que chegou a fazer uma denúncia no RH da emissora mas que nada foi resolvido. “O que ele fazia comigo, ele fazia com outros colegas. A gente resolveu denunciar. Primeiro, a gente foi no RH. Não resolveu muito. Depois a gente fez uma denúncia na ouvidoria da empresa. Fui mudada de horário, de função. Para mim, as coisas pioraram. Eu era a única mulher dessa galera que denunciou e sinto que fui a única prejudicada“, revelou.

    Aquilo me entristecia. Aquilo ficava na minha cabeça. Por que para mim as coisas eram mais difíceis?“. Confira o relato completo no link abaixo:
    https://www.instagram.com/tv/CJ9qjvjBb-h/?utm_source=ig_web_copy_link

    arrow