Após abandonar live por conta de uma crise de pânico, Patrícia Marx pede desculpas (Foto: Reprodução/Instagram)

Patrícia Marx postou um vídeo em seu perfil do Instagram para se desculpar por sair mais cedo do que o planejado em uma live paga, na semana passada.

Veja também:

+ Patrícia Marx encerra “live” antes da hora e gera revolta
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica
+ Patrícia Marx detona Xuxa: “Muitas castelos vão desmoronar”

Relacionados

Segundo ela, teve uma crise de pânico durante a apresentação por estar nervosa. “Eu tive uma crise de pânico, do meio para o final. Fiquei muito nervosa, estava muito estressada, muito ansiosa, fiquei nervosa e sai correndo. Quem tem crise de pânico, sabe o que acontece: paralisa tudo, a gente não consegue pensar, raciocinar”, disse Patrícia.

A cantora de 46 anos, que ficou conhecida por integrar o Trem da Alegria, disse que luta contra a depressão. “Quem tem crise de depressão e crise de pânico, você tem que tomar remédio, e eu tenho sido acompanhada, faço terapia, psicanálise, tomo remédio. Mas, naquele dia, exatamente, eu estava muito ansiosa, muito nervosa, foi uma produção minha. Fiz praticamente tudo, toda a ideia, a arte, divulgação, tudo foi pensado por mim, há um mês”, explicou.

Pedindo desculpas, ela afirmou que o quadro é muito sério e as pessoas precisam demonstrar empatia. “Crise de pânico é uma coisa muito séria. Nós, artistas, somos passíveis. a gente falha, tem medo, sente ansiedade, insegurança, somos vulneráveis, sim. Espero que todos possam compreender o lado humano das pessoas. Eu eu também peço desculpas por falhar. Tenho o direito de falhar, como todos vocês. A gente fica ansioso, nervoso, inseguro, se sente vulnerável. O ruim é que as pessoas julgam sem saber”, concluiu.