“Quero remover meu DIU para engravidar e não me deixam”, diz Britney Spears (Foto: Reprodução/Instagram)

Britney Spears quebrou o silêncio e falou pela primeira vez sobre o processo de tutela. Atualmente, todos os aspectos da vida da cantora estão sob cuidados de seu pai, Jamie Spears.

+ Britney Spears recebe a primeira dose da vacina contra a Covid-19
+ Kim Kardashian reprova novamente no teste para ser advogada: “Totalmente chateada”
+ Jennifer Aniston diz como lida com a fama: “Autoconsciência é a chave”

Em entrevista ao TMZ, Britney pediu o fim imediato da tutela. “As pessoas que fizeram isso comigo não deveriam poder sair impunes tão facilmente. Eles deveriam estar presos”, disse ela, acrescentando que gostaria de processar os membros de sua família.

“A tutela nunca fez sentido. Eu pago dinheiro para as pessoas para elas me controlarem. Eu trabalho desde os 17 anos e essa tutela é abusiva. Sinto que não posso viver uma vida completa. Eu nem sequer acredito na terapia. Eu sempre achei que pudesse falar com Deus”, lamentou ela.

Relacionados

Ela também relembrou o episódio em que foi clicada saindo de uma sessão de terapia chorando. “Eles me fazem sentir como se eu estivesse em um programa de reabilitação e não na minha casa. Eu estou disposta a fazer terapia uma vez por semana porque sei que preciso fazer”, contou.

Britney também disse que gostaria de formar uma família com seu namorado, Sam Asghari, mas não pode. “Eu quero me casar e ter um filho. Eu queria remover o meu DIU para engravidar, mas o tutor não me deixa porque não querem que eu tenha um filho”, explicou.

Sam, inclusive, compartilhou um clique em seu perfil do Instagram, usando uma camiseta com a frase “Free Britney”, que significa “liberte a Britney”, em apoio à cantora.

(Foto: Reprodução/Instagram)