• Príncipe Harry revela que o racismo foi “grande parte” do motivo para deixar o Reino Unido

    Príncipe Harry revela que o racismo foi "grande parte" do motivo para deixar o Reino Unido
    Príncipe Harry revela que o racismo foi “grande parte” do motivo para deixar o Reino Unido (Foto: Reprodução/Instagram)

    Harry e Meghan Markle revelaram, durante a entrevista com Oprah Winfrey, que o racismo foi um dos principais motivos para o casal deixar a família real em 2020.

    + Harry e Meghan Markle revelam sexo do segundo filho
    + Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso dão festa temática para celebrar os 8 meses de Zyan
    + Whindersson Nunes revela o sexo do filho e pede a namorada em casamento



    Durante a entrevista, Oprah perguntou se o racismo foi um dos motivos do casal ter deixado o país. Harry respondeu: “Foi uma grande parte disso”.

    Harry então contou uma história em que, durante um jantar privado em janeiro do ano passado, teve uma conversa em que uma pessoa afirmou que “o Reino Unido é fanático”. Ao discordar do homem, Harry justificou: “A imprensa é fanática, não o Reino Unido”.

    + Dicas fáceis de como limpar panela queimada
    + 19 erros que você não pode cometer ao planejar a cozinha
    + 26 curiosidades sobre a Porsche

    Em seguida, ainda afirmou que “se a fonte de informação é completamente corrupta – ou racista”, isso poderia chegar às mentes das pessoas do Reino Unido e que a nação não era racista, mas que a mídia estava espalhando o racismo por todo o país/

    Meghan Markle revelou que a família real discutiu a cor de pele de seu primogênito, Archie, enquanto ela ainda estava grávida. “Houve várias preocupações e conversas sobre o quão escura seria a pele dele quando nascesse”, contou Meghan. “A família teve essas conversas com Harry, que foram então relatadas a mim.”

    A Duquesa de Sussex também disse que pensou em tirar a própria vida após ter virado alvo da nobreza britânica. Segundo ela, a “campanha de desprestígio” da família real a levou em considerar suicídio, e Harry declarou ter ficado “realmente decepcionado” com a falta de apoio do pai, o príncipe Charles.

    arrow