• Marcella Fogaça fala sobre vida amorosa com Joaquim Lopes após nascimento das filhas

    Marcella Fogaça fala sobre vida amorosa com Joaquim Lopes após nascimento das filhas
    Marcella Fogaça fala sobre vida amorosa com Joaquim Lopes após nascimento das filhas (Foto: Reprodução/Instagram)

    Marcella Fogaça, que é mamãe das gêmeas Sophia e Pietra, fruto de seu casamento com o ator Joaquim Lopes, fez um post para falar sobre a vida a dois depois do nascimento das filhas.

    + Marcella Fogaça fala sobre carreira artística após maternidade: “Nada será como antes”
    + YouTuber Dani Russo desiste da carreira musical: “Pela minha saúde mental”
    + Gal Gadot tira leite com bombinha nos bastidores de filme

    “Hoje somos quatro. Mas sabemos que temos que ser dois também. A gente não pode deixar os dias se acumularem em meses e os anos nos transformarem apenas em pais. Se conectar tem que ser tipo escovar os dentes. Todo dia, nem que seja por 5 minutos. A rotina da parentalidade, o instinto de sempre colocar os filhos em primeiro lugar, as mudanças, as expectativas em relação ao outro, cada um tentando se descobrir no seu papel, tudo isso pode ir engolindo a conexão e quando você vê… uai, gente. Cadê nós?”, começou ela.



    “O amor sem muito esforço é pra quando não se tem filhos e olhe lá. Ele flui em jantares óbvios de sexta-feira, no sofá com tempo extra pra gastar, no aconchego de uma maratona de séries, nos sonhos onde temos controle de tudo. Depois dos filhos, o amor tem que ser ainda mais uma escolha diária, é preciso esforço sim, tipo malhar todo dia pra colher os frutos depois de 1 ano de academia”, explicou.

    Em seguida, a cantora fez uma reflexão sobre o amor entre casais que são pais. “Confiar no pra sempre é muito bonito, mas também muito ingênuo. É preciso disciplina pra fazer dar certo. É preciso enxergar o outro, mesmo quando você também tá tentando se ver. É preciso sim, organizar o romance, programar o rolê. Tempo? Se a gente tem tempo de postar e curtir fotos por aqui, a gente tem tempo de um beijo mais demorado, um tapa no bumbum ao passar pela sala, um abraço de 30 segundos, um ouvido atento durante um jantar corrido”, escreveu ela.

    “As prioridades mudam, os desejos ficam espalhados por um tempo, meio sem direção, tem cansaço, tem medo, tem necessidade de espaço, tem excesso de amor novo, tem tanta coisa. Mas a vida mudou. Isso é fato. Não é sobre resgatar o que se tinha, mas construir em cima dessa base, algo ainda mais forte e real e que sim, pode ser ainda mais bonito. É olhar lá na frente e se imaginar juntos. E lembrar que o pra sempre começa agora, na perserverança de se conectar, mesmo quando tudo parecer em modo avião.

    + Dicas fáceis de como limpar panela queimada
    + 19 erros que você não pode cometer ao planejar a cozinha
    + 26 curiosidades sobre a Porsche

    Por fim, ela se declarou para o marido. “O tempo voa. Faça agora. Ama agora. Fala agora! Beija agora.
    Obrigada por acreditar nisso comigo meu amor. E simbora! Ps: esse beijo aí eu resgato pelo menos duas vezes por semana, agendado, encontro marcado”, concluiu ela.

    arrow