Juliette revela medo da fama e crises de ansiedade: ‘chego a me tremer’ (Foto: Reprodução/Instagram)

Com quase 30 milhões de seguidores no Instagram, a campeã do Big Brother Brasil 21, Juliette Freire, revela que tem tido acompanhamento psicológico duas vezes por semana, por estar assustada com a fama após o reality show. A paraibana também relatou sofrer crises de ansiedade e se impressionar com a repercussão das suas opiniões e poder de influência.

+Bruna Marquezine posa com os seios de fora em foto inédita de ensaio
+Rodrigo Hilbert e Fernanda Lima falam sobre separação
+Xuxa aparece emocionada no casamento de Sasha

Esta fase está sendo a mais crítica da minha carreira. Chique eu, né, falando em carreira? As decisões grandiosas e mais urgentes precisam ser tomadas agora. Além disso, o meu psicológico não está 100%. Ainda tenho memórias perturbadoras (do programa). Comecei a ter problema de ansiedade no início da pandemia, mas não era algo patológico, a se tratar. Agora, está muito intenso, chego a me tremer toda. Tenho medo de tudo. Quando tem muita gente junta, temo que as pessoas se machuquem. Quando falo, temo machucar alguém. Tenho receio de usar uma palavra errada. Eu me assusto com o poder da minha opinião e as consequências dela”, falou Juliette, em entrevista ao jornal Extra.

Relacionados

No dia em que consegui descansar melhor, foram cinco horas de sono. Nos outros, duas ou três, ou não dormi. Também não tenho conseguido me alimentar direito, por causa da ansiedade.”, comenta a maquiadora sobre a necessidade do acompanhamento psicológico. Juliette também comentou que conversou com um padre sobre ‘endeusamento’.

Tive uma conversa muito boa com ele sobre a questão do endeusamento, que me deixa angustiada. Sei que eu sou uma pessoa que vai falhar. Falho todos os dias. Do mesmo jeito que a repercussão tem sido muito positiva, pode vir a ter efeito contrário. Espero que os “cactos”, que me conheceram e gostaram de mim com todos os meus erros, tenham empatia comigo”, conclui.