• Há meses sem falar com a filha, pai de Britney Spears afirma: “Sinto falta dela”

    Há meses sem falar com a filha, pai de Britney Spears afirma: "Sinto falta dela"
    Há meses sem falar com a filha, pai de Britney Spears afirma: “Sinto falta dela” (Foto: Reprodução/Instagram)

    Em entrevista à CNN, Jamie Spears revelou que não fala com a filha há quatro meses. Em meio ao processo judicial pela tutela de Britney, ele afirmou que “sente falta dela”.

    + Britney Spears tranquiliza os fãs: “Quero que vocês saibam que estou bem”
    + Britney Spears comemora aniversário ao lado do namorado: “Minha leoa”
    + Ex-maquiador de Britney Spears adere ao movimento “Free Britney” contra o pai da cantora



    “Amo minha filha e sinto muito a falta dela”, disse Jamie. “Quando um membro da família precisa de cuidados e proteção especiais, as famílias precisam se esforçar, como tenho feito nos últimos 12 anos, para salvaguardar, proteger e continuar a amar ela incondicionalmente. Eu tenho e continuarei a fornecer amor inabalável e proteção feroz contra aqueles com interesses egoístas e aqueles que procuram prejudicá-la ou a minha família.”

    Segundo a advogada de Jamie, Vivian Lee Thoreen, a falta de comunicação da cantora pop com o pai foi uma estratégia por parte de sua equipe jurídica. “O relacionamento de Jamie com a filha não é muito diferente do relacionamento normal entre pai e filha, visto que sempre houve amor e respeito mútuo”, afirmou ela à CNN.

    “Até que o advogado nomeado pelo tribunal da cantora, Sam Ingham, abruptamente instruiu Jamie a não entrar em contato com Britney alguns meses atrás, Jamie e Britney se falavam com frequência e regularmente durante toda a tutela. Na verdade, eles haviam se falado no dia anterior e tiveram uma conversa agradável e colaborativa”, concluiu Vivian.

    Britney tem sua vida pessoal e profissional administrada por Jamie Spears desde 2008, por conta de problemas de saúde mental por parte da cantora. Mas, os fãs acreditam que a tutela do pai é repleta de abusos. Com isso, surgiu o movimento #FreeBritney, que visa libertar a cantora do controle de Jamie.

    Uma petição da campanha já conta com mais de 100 mil assinaturas, e diz que o pai dela não permite que Britney dirija, vote, saia com outras pessoas ou gaste dinheiro sem sua permissão.

    arrow