Ex-You Can Dance, Fly vira educador financeiro: “Questão de necessidade” (Foto: Reprodução/Instagram)

Coreógrafo e integrante do You Can Dance, do Xuxa Hits, Fly conversou com a Quem sobre sua carreira como educador financeiro após 30 anos na Globo.

+ Tina Turner faz aparição rara nas redes sociais
+ Leoni é condenado a pagar R$ 50 mil à Paula Toller por danos morais
+ Rafa Vitti rebate críticas de que veste filha mal: ‘ela que escolhe’

“Fico muito feliz de poder dividir esse outro lado. A educação financeira entrou na minha vida por uma questão de necessidade. Entre 1995 e 1998, quebrei completamente. Só não peguei dinheiro emprestado com agiota, mas fiz de tudo. Até começar a ler sobre educação financeira quando fiz a faculdade de Marketing e me interessei muito”, contou ele.

Apesar de ter sido demitido, ele leva a gratidão pela emissora. “Sai em agosto de 2020. O último projeto que fiz lá foi com Raoni Carneiro, com Ricardo Pereira, para Portugal. Mas foram muitos momentos felizes. Atuei em Malhação, trabalhei com a direção coreográfica em Cheias de Charme, fiquei 25 anos com a Xuxa, fui coreógrafo do Caldeirão do Huck, com Luciano Huck. Só lembranças boas”, relembrou Fly.

Relacionados

“Mantenho contato com todos eles até hoje. O mais legal é que estou dando consultoria para o elenco da emissora. Não é ético falar os nomes, mas é um orgulho muito grande para mim. imagina, eu dando aula de planejamento financeiro? Não sou o cara que fala de economia doméstica. Falo de mudanças de hábitos financeiros e gastos”, explicou.

Além da paixão pelas finanças, em meio aos problemas, encontrou conforto na corrida. “Minha mãe morreu aos 47 anos de infarto e o meu pai aos 57. Estava muito estressado e a Globo chegou até a pagar terapia para mim e me ajudou muito. O estresse é uma doença que te mata no silêncio. Quando fui fazer checkup, meu médico disse que eu iria infartar a qualquer hora. Aí comecei a fazer exercício. Descobri a paixão pela corrida e atualmente corro 110km por mês. Por que eu acordo às 3h da manhã todo dia para correr? Porque se não, eu iria morrer. Tenho até um canal de corrida, chamado Vida de Corredor”, disse ele.

Hoje, casado com Christiane Negrão, de 48 anos, ele tem uma filha, Bruna Negrão, de 11, e disse que “colocou todo mundo para correr”. “Tenho uma estrutura bacana e estou muito feliz com tudo que construi”, finalizou Fly.