Bruno Gagliasson fala sobre paternidade, carreira e racismo: “sou um racista em desconstrução”. (Foto: Reprodução/Instagram)

Em entrevista para o canal “Fala Celio!”, Celio Ashcar Jr, Bruno Gagliasso falou sobre a família, racismo e como essas questões modificaram sua visão de mundo e vida profissional. O ator, é casado com Giovanna Ewbank, e é pai de três filhos: Titi, de 7 anos, Bless, 4, e do caçula, Zyan, de 4 meses.

+Gusttavo Lima curtiu a noite para praticar futevôlei com os amigos
+Aline Gotschalg desabafa sobre as críticas ao seu corpo: “dói ler comentários cruéis”
+Maiara recebe comentário inusitado do ex da irmã em clique poderoso

Bruno relembrar os ataques racistas que a filha sofreu nas redes sociais, e fez um pedido por mais igualdade e respeito. “Sem dúvida estamos muito longe do mundo da conquista por respeito e igualdade. A maior prova disso é o que a Viola Davis falou recentemente ao pedir igualdade na indústria do entretenimento. A maior prova disso são os nossos governantes, o que eles pregam, o que eles falam. (…) Estamos distantes ainda, mas é uma luta de todos. Eu lutei como um leão para defender a minha filha, mas, na verdade, o que eu fiz, foi o mínimo, como pai, como ser humano e como cidadão, que prega e quer igualdade, respeito, e que quer que as pessoas evoluam. Nunca pensei que sofreria preconceito quando fosse pai. Quando a gente fala sobre amor, a gente não pensa nessas coisas. Amor não tem CEP e é o maior agente transformado“, disse ele.

Relacionados

Quando a gente estuda, a gente só enriquece, só aprende. Preconceito nada mais é do que falta de conhecimento ou mau-caratismo. Então, se você tem conhecimento, você começa a enxergar com mais facilidade e saber o quão ignorante é ou não. É através da educação que se resolve tudo. Educação é amor e só o amor é capaz de transformar“, falou Bruno sobre a importância de estudar e entender para enfrentar preconcenceitos.

Eu sou um racista em desconstrução, porque a gente é fruto de uma sociedade, que aprendeu muita coisa errada. Então, a gente [ele, Ewbank e os filhos] está sempre aprendendo o tempo inteiro e eu tenho certeza que meus filhos serão antirracistas e, quando eu digo isso, é porque a gente está aprendendo juntos. E eu estou aprendendo para poder ensiná-los cada vez mais e fazê-los seres humanos fortes” finalizou o ator.