Após ser demitida, jornalista da Record expõe machismo na emissora (Foto: Reprodução/Instagram)

Mariana Martins, apresentadora da Record em Goiás, usou as suas redes sociais para anunciar aos seguidores que foi demitida da emissora. A jornalista compartilhou um vídeo através do seu Instagram em que relata supostos episódios de machismo e constrangimento sofridos por ela na emissora.

+Segundo colunista, nudes do pastor Lucas vazaram na internet
+Tico Santa Cruz, do Detonautas, se torna alvo de preconceito após dizer que tem ‘sexualidade fluida’
+Tatá Werneck se irrita com citação de Paulo Gustavo em discussão sobre aglomeração: “Não ouse”

A apresentadora, que comandava o “Balanço Geral Manhã” na capital goiana, relatou que fotos de suas redes sociais chegaram a serem expostas e colocadas como “bonitas demais” durante uma reunião com profissionais da emissora.

Relacionados

Mostraram que o nosso jornal perdeu audiência. Tentei argumentar que a culpa não é das pessoas. Na sequência colocaram fotos minhas de biquíni, gerando constrangimento, e disseram que eu tinha que transformar o meu perfil, ser outra pessoa, para recuperar o público“, afirmou Mariana.

Isso não está certo. No contrato não diz que eles podem gerir as nossas redes sociais. É a minha individualidade. Eles fazem pressão, tortura psicológica com as mulheres. A preocupação tinha que ser com o bom jornalismo“, conclui. Confira: