Aos 55 anos, Nany People fala sobre vida sexual: “Sou animada, chego lá três vezes” (Foto: Reprodução/Instagram)

Nany People abriu o jogo sobre sua vida sexual, detalhes inusitados da carreira e preferências para escolher um parceiro para a hora H.

+ Vitória Strada se irrita com pergunta indiscreta de seguidor sobre sua vida sexual: “lugar de respeito”
+ Xuxa dá detalhes sobre pedido de casamento de Michael Jackson
+ Pocah desabafa sobre sexualidade: “Achava que nem gostava de homem”

“Uma vez Otávio Mesquita me chamou para fazer um ensaio sensual na revista Sexy, à época, estava começando a minha transição. Contei para a minha mãe e ela não aprovou a ideia”, disse Nany.

No entanto, esse não foi o único convite para um ensaio nu que ela recebeu. “Pior, uma vez fui entrevistar a Rita Lee e no dia ela ia fazer um show na Via Funchal. Então, ela me convidou para entrar no palco de Miss Brasil, apenas de cetro e coroa, sem nada. Não tive coragem. Ia ser um choque e naquele tempo não tinha essa coisa de respeitar o universo LGBTQIA+”, continuou.

Relacionados

Nany ainda revelou qual a capa da Playboy que ela mais gosta. “A da Roberta Close. Eu achava ela maravilhosa. Não existia nada dessa coisa de leis. Ela era a resposta de que meu sonho era possível.”

Além disso, deu detalhes íntimos sobre sua vida sexual. “Eu sou animada, viu? Na hora do rala-e-rola, aquela coisa de dentro de quatro paredes, capaz de eu chegar lá uma, duas, três vezes e deixar o rapaz apavorado”, brincou ela.

E ainda contou que prefere homens entre 20 e 25 anos. “Nunca fiquei com alguém com mais de 27.”