Allan Gregorio revela nova tendência do mundo da moda: modelos e looks 3D. Foto: Divulgação

Camo consequência da revolução causada pelo uso da realidade aumentada nas redes sociais, os famosos filtros, que se popularizaram no Snapchat e no Instagram, uma nova tendência que tem como base a tecnologia virtual: modelos e looks totalmente virtuais.

O especialista em realidade aumentada e designer Allan Gregorio conta que isto já é uma realidade no mundo da moda e que a tendência ganha cada vez mais força. “Com a pandemia da covid-19, as marcas precisavam encontrar um modo de demonstrar suas criações sem comprometer a segurança das pessoas envolvidas, assim como dos modelos. Com as restrições aos deslocamentos e ajuntamentos, a industria da moda precisou se reinventar para continuar.”

Allan Gregorio revela nova tendência do mundo da moda: modelos e looks 3D. Foto: Divulgação

Pandemia e moda

O futuro do calendário da moda se tornou muito incerto, oferecendo a cada dia novos desafios para designers e suas equipes superar em meio a uma pandemia de saúde, uma depressão econômica e um movimento global de justiça social. Allan Gregorio conta que tem trabalhado junto a grandes marcas e casas de moda para vencer esta barreira. “Anúncios recentes da Fédération de la Haute Couture et de la Mode (FHCM) e da Camera della Moda confirmam um renascimento da pista física no outono. Mas até lá, os designers estão fajudando os grandes ateliers a encontrar novas maneiras de mostrar suas coleções e expressar suas ideias durante as semanas de moda digital, feitas para substituir grandes desfiles e apresentações nesta temporada.”

Fisico e digital

Relacionados

Segundo Allan Gregorio, a tendência é que mesmo após o fim da campanha de vacinação contra a covid-19 concluída, a integração do físico com o digital continue muito forte. “Nem todos vão se sentir totalmente seguros para viajar, mesmo com as vacinas, e por isso marcas super tecnológicas vão apresentar coleções dessa forma. No entanto, os desfiles físicos nao vão acabar e o virtual passará a ser um complemento ao tradicional. Daqui pra frente, vamos continuar tendo essas duas vertentes.”

Semana de moda de Paris adere ao virtual

Em Paris, a FHCM sediará a primeira semana de moda de alta-costura virtual. Durante os três dias de evento digital, as maisons de alta costura credenciadas apresentarão vídeos e conteúdos complementares que entrarão no ar em uma programação pré-definida, emulando o formato de uma semana de moda física.

De acordo com a programação de alta costura regular, Schiaparelli, Iris Van Herpen, Christian Dior, Giambattista Valli e Azzaro, serão a manchete do primeiro dia da tão esperada semana. Chanel vai estrear a terceira coleção de alta costura de Virginie Viard durante o horário habitual da casa na terça-feira pela manhã, com Ronald van der Kemp definido para fechar o segundo dia. O último dia da alta-costura não perde força, com exibições programadas para Maison Margiela, Guo Pei, Bouchra Jarrar, Viktor & Rolf, e a estreia da experiência virtual envolvente de Nick Knight para Valentino.