Multi-instrumentista Pedro Luccas é sucesso na música e nas redes sociais. Foto: Divulgação

Com mais de 100 mil seguidores no Instagram e uma trajetória na música de sucesso, o músico paulista Pedro Lucas além de esbanjar talento se tornou um influenciador digital.

Já conhecido no meio musical após emplacar o hit “Prazer, Paraisópolis”, música que integrou a trilha sonora da novela “I Love Paraisópolis, exibida pela Rede Globo, em parceria com MC Delano, agora o jovem músico Pedro Luccas, de apenas 24 anos, está se destacando também como influenciador digital.

Com mais de 100 mil seguidores no Instagram, o multi-instrumentista toca praticamente todos os instrumentos de corda, incluindo cavaquinho, bandolim, violão, violino e pianoe esbanja talento em vídeos compartilhados nas redes sociais, atraindo cada vez mais seguidores.

Trajetória

Aos 21 anos, Pedro Luccas foi convidado para integrar o AtoZero4, grupo que misturava samba, pop e rap e tinha como padrinhos os atores Felipe Titto e Caio Castro. “Foi um aprendizado incrível. Uma das nossas músicas foi trilha sonora da novela da Globo ‘I love Paraisópolis’. Nós fizemos vários shows pelo Brasil, participamos de programas como o ‘Altas Horas’ e o ‘Encontro Com a Fátima Bernardes’. Fiquei na banda de 2015 a 2019”.

Relacionados

A experiência no AtoZero4 fez com que o músico se apaixonasse ainda mais pelo pop e pelo samba e se dedicasse a projetos dentro desses dois estilos musicais, mas sem deixar de lado sua formação erudita. No ano passado, ao lado de um dos integrantes de sua ex-banda iniciou o projeto “3×4”, que unirá rap, hip hop e violino e deve ser lançado em breve.

Covid-19 e agenda de shows

Pedro também trabalha na noite, tocando com nomes como Arlindinho, o filho do cantor Arlindo Cruz, e Lucas Morato, filho do cantor Péricles, além de atuar como produtor musical. No entanto, em função da pandemia, os shows estão todos paralisados. “Nesse período estou me dedicando cada vez mais a produção musical. Pela facilidade que tenho de tocar vários instrumentos, isso acaba ajudando em relação ao trabalho de produção e arranjo das músicas”, ressalta Pedro Luccas.