Mesmo sem aparecer, “Meu amigo homem” se transforma no conselheiro da web. Foto: Divulgação

Não é segredo para ninguém que relacionamentos tóxicos trazem traumas imensuráveis às suas vítimas. E não é uma tarefa fácil resgatar uma vítima deste tipo de situação. Porém, um perfil na internet mostra que bom humor e uma linguagem jovem é possível para que as vítimas possam vencer o medo e superar estes bloqueios.

“Meu método é baseado na verdade. Eu dou às pessoas racionalidade e mostro o que acontece na vida delas, bem como os resultados de suas escolhas. Diante disso, elas mesmas fazem suas escolhas entendendo as consequências. A verdade liberta as pessoas. Se antes sofriam por não entender o próprio relacionamento, passam a rir da previsibilidade de algumas atitudes”. Com estas palavras, o jovem influenciador digital mostra que é possível superar os traumas e os relacionamentos abusivos.

Para fazer isto, ele é responsável pelo perfil “Meu amigo homem”, que já possui milhares de seguidores e traz dicas para mulheres e homens entenderem as mentes masculinas que causam estas marcas de profunda dor que só quem é vítima conhece.

No entanto, mesmo com o sucesso nas redes sociais, esta não é uma tarefa fácil. Por isso, todo cuidado é fundamental antes de qualquer ajuda: “Muitas mulheres já sabem que estão em relacionamentos tóxicos, mas precisam ouvir da boca de um homem para tomarem suas decisões. Então eu influenciei milhares, senão milhões de mulheres a se resgatarem, a tomarem as decisões que precisavam. Isso eu chamo de influenciar de forma positiva”, destaca.

Para esta espécie de conselheiro sentimental às avessas, ele se dedica tanto que sofreu as consequências de tanta procura: “Descobri que eu só chegaria longe se ajudasse as pessoas de verdade. Já respondi tantas mensagens no direct do Instagram e na caixa de perguntas dos stories que já tive lesão por esforço repetitivo. Ajudar as pessoas me deu o conhecimento necessário para mudar a vida delas para melhor”, comenta.

Mas nem por isso ele pensa em desistir ou desanimar. Afinal, foi passando essa credibilidade e confiança ao seu público que ele pôde ajudar vítimas que estavam em situações bem perigosas: “Acolhi muitas pessoas que estavam sendo agredidas ou sofrendo relacionamento abusivo, o que me fez entender que eu deveria me dedicar mais a ajudá-las”, conta.

Mesmo cada vez mais sem tempo para sua vida cotidiana, e sempre disposto à ajudar ao próximo, é com gratidão que “meu amigo homem” segue em frente neste desafio de atender essas vítimas daqueles que ele chama de embustes: “Hoje com milhares de seguidores nas plataformas digitais, ele acredita que a maior conquista recebida pelo seu trabalho é a gratidão: “Meu maior prêmio é já ter retirado muita gente de relacionamentos tóxicos. Como sou um influencer independente, quem mais nota meu trabalho é mais quem realmente precisa dele”, finaliza.