Gigi Hadid desabafa sobre pressão para mostrar o rosto da filha: “Estou tentando protegê-la” (Foto: Reprodução/Instagram)

Gigi Hadid, que é mamãe de Khai, fruto de seu relacionamento com o ex-vocalista do One Direction, Zayn Malik, fez um post sobre as pessoas que tentam fotografar o rosto da filha sem sua permissão.

+ Gigi Hadid posa com a filha combinando a estampa das roupas de banho
+ “Contigo sou feliz”, diz marido de Andressa Urach sobre colar com seu nome
+ Bebê do ator Malvino Salvador e Kyra Gracie é internado em UTI

“À medida que a nossa bebê cresce, percebemos que não podemos protegê-la de tudo do jeito que gostaríamos e podíamos enquanto ainda era pequena. Ela ama ver o mundo! E embora ela consiga muito disso perto da fazenda, ela também pode experimentar outros lugares – uma verdadeira bênção”, começou ela.

Ela disse que o comportamento da pequena vem mudando ao longo do tempo e que não consegue protegê-la do mundo como gostaria. “Em nossa visita mais recente à Nova York, ela começou a querer levantar o protetor (algo a que está acostumada em casa). Ela não entende o motivo de ter que ficar coberta na cidade, ou do que eu estou tentando protegê-la. Além disso, eu quero que ela veja a mais incrível cidade do mundo e a beleza e a diversidade de pessoas que andam pelas ruas de NYC… mas isso sem o estresse do circo da mídia que vem com pais que são figuras públicas”, lamentou.

Relacionados

Gigi ainda mencionou que muitas pessoas borram os rostos de filhos de famosos antes de vender e compartilhar as fotos. “Eu sei que as leis mudam de Estado para Estado, e eu já vi muitas fotos de crianças em NYC tiradas por paparazzi que tiveram o rosto borrado – mas eu acredito que isso tenha a ver com a integridade do fotógrafo, os veículos, ou fãs que compartilham as imagens”, comentou ela.

Em seguida, fez um apelo aos paparazzis. “Eu escrevi tudo isso para dizer: Para os paparazzi, a imprensa e os amados fã-clubes, vocês sabem que nós nunca mostramos intencionalmente o rosto da nossa filha nas redes sociais. Nosso desejo é que ela possa escolher como ela mesma poderá se mostrar para o mundo quando tiver a idade para isso, e assim ela poderá viver a sua vida com a infância mais normal possível sem se preocupar com uma figura pública que ela não escolheu ser. Significaria muito para nós se pudéssemos pegar a nossa filha e explorar NYC e o mundo, se vocês pudessem POR FAVOR, POR FAVOR, POR FAVOR borrar o rosto dela das imagens, se caso ela for pega pelas câmeras. Eu sei que isso é um esforço grande, mas como uma nova mamãe, eu só quero o melhor para a minha filha, assim como todos os pais querem… E eu espero que isso possa continuar a conversa para proteger os menores na mídia, mesmo que eles tenham uma família famosa”, pediu.

Por fim, a modelo agradeceu aos profissionais que respeitaram seu desejo durante a viagem. “Eu gostaria de mandar um abraço de ‘obrigada’ aos paparazzi que foram respeitosos quando pedi para manterem distância enquanto eu andava com o carrinho , já que aquela era a minha primeira viagem para NYC com a Khai. Eu entendo vocês e eu agradeço muito! Eu imagino que, para uma criança, o frenesi de ter um paparazzi próximo deve ser opressor e desorientador… assim como é com um adulto que entende e lida com isso com frequência. Eu agradeço pelo tempo que tiraram para ler isso e espero que vocês possam entender de onde isso vem. Com amor, G”, concluiu.

(Foto: Reprodução/Instagram)