• Gab Domingues e Thaigo Consani completam três anos de relacionamento após ‘De Férias com o Ex’: “Não podia ser melhor”

    Gab Domingues e Thaigo Consani completam três anos de relacionamento após ‘De Férias com o Ex’: “Não podia ser melhor”. Foto: Divulgação
    Gab Domingues e Thaigo Consani completam três anos de relacionamento após ‘De Férias com o Ex’: “Não podia ser melhor”. Foto: Divulgação

    Muito conhecido pelas tretas entre pessoas que já tiveram um relacionamento, o “De Férias com o Ex” vai além disso em alguns casos, servindo como ponto de partida para o início de uma nova relação. E muita gente prefere esse lado da moeda.

    Na segunda edição do programa, por exemplo, muitos viram que ainda havia sentimento entre Gab Domingues e Thaigo Consani, torcendo muito para uma volta. Para alegria dessa parcela dos telespectadores, eles fizeram mais do que reatar: estão juntos há mais de três anos.

    + Tati Zaqui surpreende ao mostrar ‘antes e depois’ da fama
    + Donos fazem tatuagens de gato, e o resultado vai do belo ao assustador; veja fotos

    “O programa sem dúvidas mudou nossas vidas. Espero que sirva de exemplo para quem se nega a dar uma segunda chance para alguém que já amou. O tempo pode ser a chave para amadurecimento e acerto do que vinha dando errado”, pontua a influenciadora.

    Feliz com a fase atual de sua vida, Gab posta com frequência ao lado do amado, com quem também desenvolveu um trabalho em conjunto durante a quarentena. Designer de acessórios e dona da marca Gadô, ela chamou Thaigo para lança uma coleção de alianças para o dia dos namorados.

    “Fizemos seis modelos de anel à mão e lançamos em junho para os casais tão apaixonados como nós. A alegria de desenvolver um trabalho com o Thaigo foi enorme e ficou ainda maior com o número de vendas surpreendente”, ressaltou.

    Realizada pessoal e profissionalmente ao lado do namorado, Gab Domingues bate na tecla de que os relacionamentos com um ex podem sim dar certo, ao contrário do que a crença popular costuma dizer.

    “Quando sentirem que é possível ter diálogo, não evitem um reencontro por medo. O tempo pode ter sido justamente o que faltou lá atrás”, finaliza.

    arrow