Conta de atriz pornô é banida após brincar que fez sexo com CEO do Instagram (Foto: Reprodução/Instagram)

A atriz pornô Kendra Sunderland teve sua conta do Instagram banida após “brincar” que fez sexo com Adam Mosseri, CEO da rede social.

+ Ex Disney, Maitland Ward, denuncia Hollywood e hoje faz carreira como atriz pornô
+ Mia Khalifa, ex-atriz pornô, alerta garotas para não seguirem seus passos
+ Ex-atriz mirim da Disney, Bella Thorne derruba site pornô ao entrar na plataforma

Kendra, que tinha mais de 2 milhões de seguidores na plataforma, ficou famosa após aparecer em um vídeo erótico que viralizou na internet em 2015. O vídeo foi gravado na biblioteca da Universidade Estadual de Oregon, nos Estados Unidos.

A brincadeira que levou ao banimento dizia que Kendra estava fazendo sexo com o CEO do Instagram e por isso poderia violar as políticas da plataforma sem ter sua conta removida.

De acordo com o site Daily Mail, ela havia publicado uma foto topless em seu perfil há várias semanas, o que é proibido pela política de nudez da plataforma.

Em entrevista ao site Daily Beast, ela afirmou que não sabia dizer se foi banida do Instagram por falar sobre o CEO ou pelo registro topless.

Relacionados

“Eu ficaria surpresa se fosse outro motivo porque eu disse isso de uma maneira muito brincalhona. Eu nem sabia quem era o CEO do Instagram, nem nada. Nunca conheci essa pessoa antes na minha vida”, afirmou Kendra

Em seu perfil do Twitter, ela fez um desabafo sobre estar sendo alvo do Instagram simplesmente por ser atriz pornô.

“Todos nós queremos a mesma liberdade nas redes sociais e todos queremos que a discriminação contra as trabalhadoras do sexo acabe. Mas espero que você encontre algum tipo de satisfação ou felicidade em saber que minha conta foi desativada. Eu também sou sempre impedida de postar no Tik Tok. Esses aplicativos visam claramente as profissionais do sexo e não estou isenta. Ainda vou continuar lutando por mim e por outras trabalhadoras do sexo”, escreveu.

Apesar de seu banimento, Kendra criou outra conta na rede social, que tem 21 mil seguidores até o momento.

O Instagram foi questionado sobre o caso e negou que Kendra possua relação com o CEO. Segundo eles, ela não recebeu nenhum tratamento especial, mesmo depois de diversas denúncias sobre o conteúdo da atriz, em que os denunciantes receberam mensagens da plataforma dizendo que ela “não violava as regras da plataforma”.

“Mais de um bilhão de pessoas usam o Instagram e às vezes isso significa que cometemos erros. Esta conta violou nossas políticas e agora a removemos. Essa pessoa não tem ligação com executivos de nossa empresa e afirmar que recebeu tratamento preferencial não tem fundamento”, afirmou um porta-voz da plataforma.